100% Imperme√°vel

Excelente resultados mesmo

quando exposta!

Membranas não reabsorvíveis têm sido amplamente utilizadas em procedimentos de regeneração óssea guiada (ROG) em alvéolos pós-extração dentária. Neste contexto, uma das propriedades sugeridas à técnica da ROG é que essas barreiras, quando expostas ao meio bucal, controlem ou evitem o infiltrado de células do tecido conjuntivo e epitelial, favorecendo a proliferação de células ósseas no interior do alvéolo, sem que haja infecção bacteriana.

Procedimento

Cir√ļrgico.

A¬†Surgitime Tit√Ęnio Seal¬†√© indicada e projetada para ficar¬†intencionalmente exposta¬†nos procedimentos de selamento alveolar p√≥s exodontia, protegendo a ferida cir√ļrgica contra a invagina√ß√£o dos tecidos moles, o que promove uma reabsor√ß√£o do processo alveolar. Dessa forma h√° uma diminui√ß√£o estatisticamente comprovada de redu√ß√£o do quadro absortivo. Deve ser utilizada atrav√©s de modela√ß√£o da tela com o cuidado de cobrir totalmente a zona operada com uma margem que varia de 2 a 4 mm.

N√£o devem ser reutilizadas e deve-se atentar aos cuidados de prazo de esteriliza√ß√£o e instrumenta√ß√Ķes corretas. Quanto as restri√ß√Ķes, cabe ao profissional escolher bem o local de sua implanta√ß√£o, ou seja, deve pesar bem sua utiliza√ß√£o no ambiente est√©tico.

Devido a sua maleabilidade pode ser recortada para adapta√ß√Ķes nos s√≠tios cir√ļrgicos e por ser¬†bioeletricamente neutra¬†gra√ßas √†¬†passiva√ß√£o eletroqu√≠mica,¬†contribui para um crescimento de novo osso sem intercorr√™ncias.

Permanência

da membrana.

A permanência necessária para o início da osteocondução é de no mínimo 21 dias, e 14 dias para utilização em casos de selamento de alvéolos frescos. Em defeitos críticos, recomenda-se estender o período de permanência da membrana até por 30 dias. Caso não haja exposição da membrana, a mesma pode permanecer no local implantado até o momento da realização do procedimento implantar.

N√£o devem ser reutilizadas e deve-se atentar aos cuidados de prazo de esteriliza√ß√£o e instrumenta√ß√Ķes corretas. Quanto as restri√ß√Ķes, cabe ao profissional escolher bem o local de sua implanta√ß√£o, ou seja, deve pesar bem sua utiliza√ß√£o no ambiente est√©tico.

Devido a sua maleabilidade pode ser recortada para adapta√ß√Ķes nos s√≠tios cir√ļrgicos e por ser¬†bioeletricamente neutra¬†gra√ßas √†¬†passiva√ß√£o eletroqu√≠mica,¬†contribui para um crescimento de novo osso sem intercorr√™ncias.

Matéria

Prima.

A Surgitime Tit√Ęnio Seal √© confeccionada com chapa de Tit√Ęnio comercialmente puro grau 1 de acordo com a ASTM F67 com espessura ~0,04 mm.

Análise Topográfica: As imagens ultraestruturais evidenciaram uma superfície rugosa, sem homogeneidade na estrutura superficial.

Características.

  • Maior isolamento tecidual;
  • Autofixa√ß√£o [n√£o requer parafusos de fixa√ß√£o];
  • Total Oclusividade;
  • F√°cil Remo√ß√£o;
  • Reten√ß√£o de biofilme extremamente baixa;
  • Espessura ~0,04 mm

Tamanhos

Disponíveis.

16890 Surgitime Tit√Ęnio Seal¬† ¬†34 x 25 mm I Espessura 0,04 mm

Casos

Clínicos.

Caso cortesia. Dr C√°ssio Kampits e co-autores

Caso cortesia. Dr Fernanda Lima e co-autores

Caso cortesia. Dr Fernanda Lima e co-autores

Caso cortesia. Dr Renato Martins

Caso cortesia. Dr Marcelo Faveri e co-autores

Caso cortesia. Dr Ronaldo Fabiano

Caso cortesia. Dr Ronaldo Fabiano

Vídeos

Clínicos.

Vídeo cortesia. Dr Marcelo Faveri

Vídeo cortesia. Dr Helder Valiense

Vídeo cortesia. Dr Fábio Mizutani

e.book  surgitime seal

cat√°logo.

produtos

Encontre os produtos que você procura em nossos catálogos online.

implantes.dent√°rios

solu√ß√Ķes.regenerativas